CRIE SUA CONTA NO FACEBOOK E JUNTE-SE A NÓS

Seguidores

“...Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus...” Mateus 22:29

“ Disse, pois, Jesus: ...Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos; e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” 1 João 8:32

GOLPE DA SEDUÇÃO


Desilusão: Mulher que se apaixonou diz que pretendente era gentil e prometia compromisso sério.

Como agem homens sedutores e mentirosos, que enganam e roubam as mulheres que se apaixonam por eles. Golpes que acontecem em todo País, até mesmo dentro das igrejas.

Usam charme e mentiras para obter dinheiro de mulheres apaixonadas.

A história de um golpista.

Vítimas contam como foram enganadas.

Uma mulher jovem e bonita, foi vítima de um tipo de criminoso que, em vez de armas e ameaças, ataca com flores, mentiras e promessas. Tudo começou em uma conversa pela internet. Encantada com o homem que se apresentou na rede de computadores como um rapaz de 30 anos, solteiro e em busca de “compromisso sério”, ela se envolveu rapidamente com o pretendente. O namorado não demorou em pedir dinheiro, alegando que tinha problemas familiares e financeiros e poderia perder o apartamento se não pagasse as dívidas.

A moça não só o ajudou como, empolgada com pedido de casamento e convite para morar no Rio de Janeiro, passou a assumir todas as despesas do casal. Ela estima ter gasto mais de R$ 4 mil em 4 meses até perceber que havia caído em uma armadilha. Descobriu que estava nas mãos de um estelionatário ao encontrar um documento em que não só o nome pelo qual conhecia seu par era diferente como a idade dele era outra.

Com o nome verdadeiro em mãos, passou a investigar quem era o homem de 39 anos (e não 30) com quem havia se envolvido. Encontrou um personagem completamente oposto ao que a havia conquistado. Em vez de referências de um rapaz honesto, carinhoso e educado, deparou-se com um histórico de acusações de diferentes vítimas. Cinco delas diziam que, além de terem sido enganadas, elas acabaram grávidas.

Uma chegou a dar R$ 14 mil ao golpista. Para manter relações sexuais sem preservativos, o conquistador alegava ter feito vasectomia. “Tentei fazer um boletim de ocorrência, mas o delegado riu da minha cara. Disse que eu dei dinheiro porque quis e não registrou minha queixa”, afirma a vítima. Ela conta que primeiro procurou a 2ª Delegacia da Mulher (16º Distrito Policial) de São Paulo, onde diz ter sido orientada a comparecer ao 47º DP da mesma cidade. Foi lá que ela alega ter ouvido que não havia nada a ser feito.

A reportagem telefonou para as duas unidades. Na primeira, a delegada Cely Carlos afirmou não ter tomado conhecimento do caso, mas disse que, pela descrição, o episódio se caracteriza como estelionato e deveria sim ser registrado. No 47º DP, ninguém atendeu o telefone, mesmo após sucessivas tentativas de contato. A vítima em questão desistiu de buscar a Justiça, mas diz que aprendeu a ter mais cuidado ao se envolver em relacionamentos, especialmente com quem não é do mesmo círculo familiar ou de amigos. “Não sou boba, sempre trabalhei e estudei.

Quando o conheci já tinha ensino superior e, mesmo assim, caí nas promessas. Às vezes estamos vulneráveis a isso. Quando recebemos juras de amor, acreditamos”, ressalta. “Eu não perdi a confiança nas pessoas. Na época fiquei muito triste, mas não é porque um homem me fez mal que deixarei de acreditar que existem pessoas boas”, completa. Charme e trapaças O caso está longe de ser exceção ou raridade. Em todo o Brasil, há conquistadores dispostos a tomar dinheiro de mulheres utilizando charme e todo tipo de trapaças.

Nem todas conseguem retomar a vida após a desilusão amorosa. E poucas se animam a falar sobre o assunto. Outra vítima ouvida pela reportagem chegou a parar a faculdade para conseguir pagar um carro comprado em seu nome pelo namorado trapaceiro. Hoje, com um emprego novo, voltou a estudar, mas prefere não lembrar o que passou. De acordo com a psicóloga e sexóloga Jussania Oliveira, quem passa por uma situação dessas sofre até conseguir se reerguer. “Em geral, a pessoa fica muito traumatizada e desiludida. A frustração é tão grande que a mulher fica arisca, sem querer se envolver novamente”, analisa. “Mas ela não deve se culpar ou se punir por ter sido enganada, tem que tirar uma lição positiva e usar essa experiência para ficar mais atenta.

Não dá para confiar plenamente em quem a gente não conhece, mas também não pode desistir de encontrar pessoas especiais. Se fechar não é a solução”, aconselha a especialista. “As mulheres muitas vezes idealizam e fantasiam um parceiro ideal. Quem age assim aproveita, se apresenta como o homem dos sonhos. É preciso ter em mente que não existe parceiro ideal, não existe príncipe encantado como nas histórias infantis. Existem pessoas reais, falíveis que têm problemas. Não pode esperar alguém perfeito”, completa.

É bom desconfiar, por exemplo, quando aparece um empresário sedutor, que, além de se apresentar como o homem ideal, faz propostas de negócios irreais. Em janeiro, a Polícia Civil de Curitiba (PR)prendeu um homem que se dizia sócio de uma grande rede de lanchonetes e que havia iludido e aplicado golpes em diversas mulheres, aliando charme a promessas de lucro fácil. “A gente recomenda que as mulheres não se iludam com um sorriso bonito, boas roupas, muito dinheiro, um bom carro.

É preciso ter informações sobre a pessoa antes de começar um relacionamento e não se iludir com promessas falsas. Vale tentar saber de onde a pessoa veio, o que ela faz, quem é”, explica o delegado Manoel Mendes, do 12º Distrito Policial de Curitiba, cuja equipe chegou a monitorar a atuação do galã em um cruzeiro marítimo antes de agir. Isso para não falar de casos em que os ataques vão além da extorsão e trapaças. Em Pernambuco, a Polícia Federal (PF) prendeu, no ano passado, um alemão que se apresentava como vendedor de carros, mas que, na verdade, atuava traficando mulheres para serem escravas sexuais na Europa.

Ele seduzia principalmente prostitutas pobres e jovens com promessas de vida boa e conseguia fazer com que elas deixassem o País com ele. No exterior, tirava o passaporte delas impedindo-as de voltar e as ameaçava, alegando que teriam que trabalhar para pagar as dívidas. A assessoria de imprensa da PF pede que vítimas ou familiares de golpes como este denunciem os criminosos.

Conquistador profissional com nome e idade inventados, o estelionatário da história que abre esta reportagem tem atacado em diferentes lugares do Brasil aproveitando-se de festas, bares, encontros sociais e até de cultos em igrejas para conhecer mulheres. Ele se apresenta como um homem solteiro e mantém sempre o mesmo discurso que mistura paixão e dificuldades financeiras. Na internet é possível encontrar diversos relatos de mulheres que foram enganadas.

O criminoso ataca sempre com o mesmo golpe padrão, com pequenas variações. Algumas das vítimas contam que, além de terem perdido dinheiro, ficaram grávidas do conquistador profissional, que as abandonou em seguida. Muitas, evitam mostrar o rosto ao fazer denúncias por temerem represálias. Há pelo menos um boletim de ocorrência registrado.


Nenhum comentário:

POR FAVOR, QUANDO COPIAR ALGUM TEXTO COLOQUE OS CRÉDITOS PARA O AUTOR.

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores

Informação Minissérie José do Egito arrogância comportamento Salvação da Alma Saúde Obras da carne Prepotência Políticos Aflições Vícios Internet Minissérie Milagres de Jesus Perseguição jovens Adversidades Alcoolismo Música e Video Otimismo Desigualdade Social O Valor da Palavra de Deus Politica Profissão Sinais do Fim Conversão Espírito Santo Impostos Impunidade Mulheres da Bíblia Perigo no Trânsito Saúde Pública Sexo Série A Biblia inferno perseverança soberba Arrebatamento Assédio Moral Ciência Enganadores Golpe Ira Liderança Língua venenosa Mídia Perversa Nascer de Novo Palavras Pedofilia Religiosidade amor humildade persistência Acomodação Acomodação. Arrependimento Bullying Calúnia Conflitos Difamação Escândalos Falsos Cristãos Homens da Bíblia Julgar Precipidamente Justiça Manipuladores Mágoa Más Influências Pecado Princípio das Dores Usinas Nucleares ansiedade educação Adutério Bondade Crise Mundial Direito do consumidor Enganador Espírito do Engano Fanatismo Idolatria Julgar o próximo Medo O Grande Amor de Deus Perdão Poesia Redes Sociais Violência doméstica fofoca inveja Adolescência Amor ao próximo Aquecimento Global Atitude Ação desonesta Bebida Alcoólica Bededices Desastres Naturais Dinheiro Público Domínio Erro médico Falsidade Gratidão Hipocrisia História de Sucesso Insensatez Mensagem de Vida ao Coração Não Desistar O Poder da Oração Obediencia a Deus Obediência Obsessão Pessoa Controladora Recomeçar Rede Sociais Sensatez Solidão Suicídio Terremotos Traúmas fidelidade mentira orgulho transformação de vida

Pesquisar

Carregando...

HOME